quinta-feira, setembro 14, 2006

Filmes para não ver: o sabor da melancia e a dama..

Tem vezes que saio do cinema com sensação de que deveria ter comido pipoca em casa, olhando para a parede. Seria mais criativo e talvez menos nocivo. Então aí vão os dois filmes que assisti ultimamente e que sugeriria a todos não só não ver como correr do cinema mesmo:
"O Sabor da Melancia" e "A Dama da Água".
Começo pela Dama da Água, por que dá para aguentar em DVD num dia sem nada para fazer. É um filme sem pé nem cabeça. Parece ser baseado em uma lenda chinesa sobre ninfas da água. Essa tal ninfa suge de dentro de uma piscina. ( Só falta surgir um tubarão na piscina também) E vem com a nobre missão de avisar as pessoas na Terra que elas esqueceram de "ver". Até ai tudo bem, as pessoas andam as cegas mesmo. E ela vem então com um recado, uma mensagem, que não é dada. Vai embora depois, não pelo ralo da piscina, como entrou. Mas carregada por uma águia. Super louco? Totalmente sem criatividade. O ator principal é um excelente ator, que nunca é bem aproveitado em grandes papéis. Teve sua chance como protagonista, mas que chance mais sem graça. Os outros atores são a maioria desconhecidos, o que faz crer que, bem ao estilo Harry Potter, queiram fazer filmes sem grandes estrelas, mas com bom resultado. Só que esqueceram que os Harry Potter filmes se originam de uma série de livros que revolucionaram a leitura para crianças, adolescentes e adultos. Uma magia que serve para todos. Cheio de méritos. Para mim a Dama virou água mesmo.
Agora, "O Sabor da Melancia" é um atentado. Ganhou Urso de Prata em Berlim, mas eu sou mais o meu proprio julgamento, que não é baseado só no meu gosto pessoal, mas numa bagagem cultural, etc, etc, do que qualquer critica. O jornal aqui na minha terra está dando 4 estrelas para esta coisa. Que para mim se resume ao seguinte: a China, a grande potencia emergente está numa profunda decadencia de valores, de estética, de identidade. Ainda não se achou. E na verdade, parece bem perdida. O filme em questão fala de uma grande seca, onde na falta dágua as pessoas bebem suco de melancia. A melancia está tão popular, acessivel e barata que começa a fazer parte de tudo. Inclusive de filmes pornô. ( a sinopse do filme conta a historia de um casal de namorados , cuja namorada descobre que o namorado é ator de filme pornô. Mas não é tão singelo quanto isso.) Então a primeira cena do filme mostra uma mulher de pernas abertas, e no meio delas uma melancia cortada ao meio, com a qual seu parceiro sexual se relaciona, arrancando pedaços, comendo, chupando, etc.
Muito nojento, detestei e não sou a noviça rebelde. Só achei aquele tipo de estética horrivel. O resto do filme até onde vi, ou é muito brega, ou mostra gente feia, decadencia da night, decandencia de filmes pornô baratos e ruins. E tudo isso embrulhado ainda é incensado em Berlim? Ou é aquela coisa do- vejam lá os pobres chinezinhos, que exoticos! Da mesma forma que, sem o menos senso crítico, que alemães, americanos e outras nacionalidades baixavam em paises asiaticos pagando alto para tirar a virgindade de menininhas. Ou é só mesmo, pura insesatez. De quem fez, de quem premiou e de quem vai assistir. Eu não cheguei ao final. Durei 30 minutos no cinema. Quer fazer uma aposta para ver se você consegue ficar mais tempo que eu?
Comentários:
Não aosto não amiga...Tô fora!!!

Um bjão

 
Ih, ta todo mundo comentando esse da melancia... como eu gosto de melancia, nem quero ver pra nao me decepcionar com a fruta e pegar nojinho de come-la... mas que está causando polemica está. Adorei o "comer pipoca olhando para a parede..." beijoss

 
hahaha nem passo perto. Sabe que na década de 70 fizeram um filme com Nuno Leal Maia que ficou famoso, ele transava com uma melancia :)acho que ele contracenava com Sônia Braga, não tenho certeza. estou chutando :) faz tempooooo
bj querida, laura

 
Palmas, palmas, palmas EM PÉ... nunca vi alguém definir tão bem a China em poucas palavras. Minha mana, nota 10 pra vc. E baseado nesse seu julgamento, aceito todas e qualquer criticas cinematograficas vinda de vc. P.S: Desde quando alemão entende de cinema?? Urso de Prata??? Uma hora te conto as criticas de bastidores sobre esse acontecimento

 
Menina, que loucura... esse filme da melancia, havia visto um resume e umas críticas há uns meses atrás e tb achei a maior viagem, menos mal que nao gastei meu suado dinheirinho pra ir vê-lo.

Nao sou hipócrita, nao diria que gostei só pra passar-me como "cult". Se nao entendo, nao gosto... e vamos combinar, há certos filmes que sao uma viagem na maionese!!!

 
Foi bom ler a sua crítica. Verei os filmes com outros olhos. Beijocas

 
Menina ando meio por fora, pois nunca ouvi falar desses filmes...

 
É, essa história da melancia realmente não me inspira a sair de casa... Agora, esse da Dama da Água até parece passável. Hoje eu assisti aquele Camelos também choram em DVD. Ah, é bem ruim, mas passável... ehehe beijos

 
Graças ao seu comentário, nem vou tentar...rsrsrs
Sabe, eu estou saindo de uma depressão muito forte que tive, pois tenho distúrbio bipolar...começou em julho e só agora eu estou me recuperando...é uma doença terrível, mas estou amparada por médicos especiais e finalmente, com a primavera estou saindo do meu casulo e virando borboleta... Tive junto Sindrome de Pânico, e não saia para nada, mas o blog me fez conhecer pessoas maravilhosas como você e isso me ajudou muito... Como tenho saido para viver um pouco mais, quase não tenho tempo de ir aos blogs, mas a amizade virtual está guardada num coração real... Você é muito especial para mim, tenha certeza... Eu acabei de postar... Tenhas um bom final de domingo...e esteja com luz e paz sempre... Cê, agradecida pela sua amizade...

 
Bom saber!! vou correr da porta do cinema se eles estiverem passando (rs*) boa semana! beijus

 
A crítica especializada é um ótimo termômetro para eu assistir a um filme. Se a crítica fala bem, corro do filme; por outro lado, se a crítica fala mal, vou tranqüilo, o filme deve ser ótimo.

 
Gostei muito do blog. Beijos do Kafé.

 
Vi o filme ontem e detestei. Uma porcaria em todos os sentidos.
Só um toque: o filme é de Taiwan e não da República Popular da China.

 
Postar um comentário



<< Home
Recadinho de rodapé